Aepes indica Rodolpho Zanotti Rocon para participar do processo de desenvolvimento e melhorias do DEON

Por AEPES 24/05/2018

A Associação dos Escrivães da Polícia Civil do Estado do Espírito Santo indicou o escrivão Rodolpho Zanotti Rocon para participar do processo de desenvolvimento e melhorias do sistema DEON. A indicação foi feita nesta segunda-feira (21), quando o presidente da entidade, Thomaz Edson Rigo Altoé entregou ofício ao secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Coronel Nylton Rodrigues Ribeiro Filho.

O escrivão Rodolpho Zanotti Rocon está na Polícia Civil do Espírito Santo há quatro anos, a grande experiência que possui foi adquirida no expediente e também nos plantões.  Zanotti ficou feliz com a indicação feita pela diretoria da Aepes e conta qual será a sua primeira sugestão para a implementação no sistema.

“A minha primeira contribuição visa facilitar o acesso de todas as equipes das delegacias regionais  às ocorrências sem a necessidade de tramitação da primeira equipe que acessou a ocorrência, contudo mantendo o sigilo das peças produzidas pela equipe anterior”, disse.

Além disso, segundo Zanotti, pode ser criada uma ferramenta no sistema que permita uma nova equipe acessar a ocorrência e gerar novos procedimentos independente dos que foram gerados pela equipe anterior.

“Esta  ideia surgiu diante dos questionamentos que sempre ouvi dos demais colegas de trabalho e também pela minha experiência com o sistema”, disse.

O escrivão Rodolpho Zanotti afirma que todas as sugestões são bem vindas e que os escrivães que tiverem ideias para inovar o sistema DEON o tornando ainda mais prático, serão levadas por ele para a Sesp.

“Toda contribuição é válida, basta os escrivães  enviarem suas ideias para a Aepes que encaminharei para a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social. A Sesp irá avaliar e havendo a possibilidade de implementação será instrumentalizado no sistema”.

 

Indicação é pleito da categoria

Os diretores da Aepes se reuniram no início do mês com o coronel Nylton e com o subsecretário de inteligência José Monteiro Junior na sede da Sesp e, na ocasião, além de congratular o secretário pelo cargo, os diretores aproveitaram  para levar ao coronel o importante pleito da categoria: a indicação de um escrivão para contribuir para o sistema DEON.

“Já era um anseio da categoria, tínhamos evidenciado a nossa sugestão ao antigo secretário de segurança André Garcia, nos oferecemos em participar, mas não tivemos abertura tal qual nos foi dada desta vez com o Coronel Nylton. O novo secretário abriu um canal de diálogo que não existia antes” afirmou o presidente Thomaz Edson.

A partir de agora a Aepes irá participar de forma efetiva  no sistema porque, segundo Thomaz, os escrivães de polícia são os principais operadores do sistema. Estes profissionais têm muitas ideias que podem contribuir para a melhoria do sistema e adequar a necessidade à realidade.

“Nosso objetivo é fazer com que a Delegacia Online torne a vida do seu operador, do escrivão, do agente, investigador ou delegado mais fácil e quem vai ganhar os méritos disso tudo é a população” afirma Thomaz Altoé.

Fortaleça a sua classe. Associe-se!

Produção: Assessoria de Imprensa da Aepes

Por: AEPES 24/05/2018