Escrivão aposentado é destaque com 15 livros publicados e realização de palestras

Por AEPES 16/08/2018

O Escrivão Clério José Borges de Sant’Anna, 63 anos, é uma daquelas pessoas que não param quando se aposenta. Dono de uma mente ativa e personalidade questionadora e inteligente, Clério também é historiador e poeta e palestrará sobre a colonização e o desenvolvimento histórico do município da Serra no dia 21 de agosto. 

Clério entrou na Polícia Civil no ano de 1979 onde permaneceu por 35 anos, é associado da Aepes desde a sua fundação e os seus últimos nove anos na ativa ele foi Escrivão na Delegacia de Jacaraípe, quando se aposentou. Sua trajetória na PCES é honrosa, dono de uma ficha ilibada, recebeu as medalhas de bronze, prata e outro da corporação.

O historiador, poeta e Escrivão de Polícia com 15 livros publicados foi convidado para participar do projeto “Memórias da Serra”, do Ministério da Cultura e do Governo Federal onde dez pessoas influenciáveis são convidadas para ministrar gratuitamente sobre um tema. Dono de uma voz mansa e forte, Clério preencherá a plateia com seu vasto conhecimento histórico que contribuirá quem participar para a compreensão e conhecimento da região.

“Eu sou o quarto palestrante deste projeto e posso dizer que a Serra se iniciou com os índios que vieram de fora, da Ilha do Governador (RJ), que era chamada de Ilha Paranapuã. Como o cacique estava em guerra com os Tamoios, foi orientado pelos jesuítas para vir para cá e vieram em quatro navios enviados por Vasco Fernandes Coutinho”, revela um pouco da sua palestra. 

O projeto “Memórias da Serra” é uma série de dez encontros com nomes importantes que contribuíram para a construção da história da cidade. O  balanço final deste ciclo de encontros resultará no lançamento de um livro de histórias contadas para serem eternizadas e servirem como inspiração de vida para que outras pessoas não desistam de seus objetivos e sonhos. Os encontros serão mensais. A cada mês, uma nova palestra. Outros nomes estão em estudo, a serem convidados para o “Memórias da Serra”.

Clério e Aepes

O Escrivão Clério José Borges de Sant’Anna ressalta que é fundamental para todo e qualquer profissional se associar a uma entidade de classe para que não fique sozinho e seja bem representado. Para ele, a Aepes vem se tornando um porto seguro para seus associados.

“A entidade representa bem seus associados e suas reivindicações, se tornou um ponto de confraternização, congraçamento entre os profissionais da área e vem reivindicando de forma ativa e firme os direitos dos Escrivães de Polícia. Digo que a gestão tem realizado um bom trabalho a medida que se colocam como um porto seguro para os seus associados e eu só tenho a elogiar”, afirma Clério.

O Escrivão associado além de elogiar, aproveita para sugerir aos diretores da Associação dos Escrivães de Polícia Civil que se voltem para os aposentados.“A entidade deve lembrar dos escrivães aposentados, deve incluir entre as prioridades um bom relacionamento com quem já dedicou seus melhores anos para a PCES para que os aposentados possam ter contato com os demais que também já se aposentaram”, sugere.

A sugestão de Clério José não passou despercebida pela entidade, a Aepes já está planejando eventos voltados para os Escrivães que já não estão mais na ativa e possui um planejamento estratégico de maior aproximação com estes profissionais. A Aepes agradece a sugestão de Clério e está aberta para receber toda e qualquer sugestão dos seus associados, sejam da ativa ou não. 

Serviço:
Projeto "Memórias da Serra"
Dia 21 de agosto às 19h
Auditório do Hotel Serra Grande
Laranjeiras. Serra.
Entrada gratuita

Fortaleça a sua classe. Associe-se!

Produção: Assessoria de Imprensa da Aepes.
 

Por: AEPES 16/08/2018