Escrivã Maria de Fátima Coelho: uma mulher garra, fibra e com força para se reerguer

Por AEPES 06/11/2018

Na semana em que se comemora o Dia do Escrivão, a Associação dos Escrivães da Polícia Civil homenageia a todos os profissionais através da Escrivã Maria de Fátima Coelho. Aposentada, a profissional não teve a sua história esquecida e foi uma das homenageadas em sessão solene na câmara de vereadores da Serra. Uma mulher de fibra e que supera obstáculos é associada da Aepes desde a sua fundação, fez amigos quando estava na ativa e levou as amizades para a vida.

“Mesmo depois de ter adquirido um câncer, nem assim perdi a esperança de ser homenageada. Me sinto muito feliz, porque a homenagem que recebi significa para mim um ato de amor de amizade sincera entre os colegas. Fiquei muito feliz em ser homenageada pelo Dia do Policial Civil”, afirma Maria de Fátima.

Aposentada há quatro anos, a Escrivã de Polícia diz que relembra que foi a única mulher que participou da operação que prendeu Edmilson Cândido do Rosário, no morro São Benedito, um bandido que virou “lenda” no Espírito Santo na década de 1970. Na época, Edmilson foi preso várias vezes e escapou tantas outras da polícia, levou o título de “rei das fugas”.

“Eu estava com uns 33 anos de idade e tive muitas dificuldades porque o elemento era muito escorregadio e tivemos que ficar uns três dias na surdina escondidos para ter oportunidade para obter sucesso. Hoje percebo ao relembrar essa história e enfrentar as dificuldades que nós mulheres podemos ser quem nós quisermos, ser independente do nosso externo, porque o que realmente importa está dentro da gente e que cada uma de nós deve se reconhecer para que o mundo nos reconheça também”, recorda.

Questionada sobre a Associação que a representa, diz que não há nada que desabone. “Essa gestão é ótima. São pessoas que além de se tornarem meus amigos realizam um trabalho eficiente e transparente”, diz.

Além da Escrivã de Polícia Maria de Fátima Coelho, também foram homenageados pelo Dia do Policial Civil em sessão solene proposta pelo vereador Geraldinho PC, os escrivães: Paulo César Batista Nunes, Maria Helena Cota Vasconcelos, Mário César de Souza Teixeira ,José Carlos de Oliveira, Thomas Edson Rigo Altoé e Clóvis José Ferreira Guioto.

Fortaleça a sua classe, Associe-se!

Produção: Assessoria de Imprensa da Aepes. 

 

 

Por: AEPES 06/11/2018