Cobrapol reúne lideranças de todo o país e reforça pleito dos Policiais Civis

Por AEPES 12/11/2018

A Diretoria Executiva e o Conselho de Entidades da COBRAPOL definiram um plano de ação da entidade, com apoio dos Sindicatos e Federações filiados, com prioridade para a defesa aposentadoria dos policiais civis e a luta pela implementação da Lei Orgânica Nacional da categoria, cujo projeto já foi entregue ao governo federal e a várias lideranças do Congresso Nacional. As ações foram definidas na última semana durante reunião ocorrida na sede do SINPOL-DF.

Segundo a entidade, o encontro serviu para reforçar a importância das articulações em todos os Estados da Federação junto aos novos governos e bancadas parlamentares com o objetivo de defender a agenda prioritária dos Policiais Civis. Representantes da categoria de praticamente todos os estados do país posicionaram-se no mesmo sentido.

Durante a reunião, foram tomadas decisões para fortalecer a comunicação da COBRAPOL com suas entidades filiadas, a categoria e a sociedade em geral, com ênfase na defesa Carreira Única e na valorização dos policiais civis e da instituição.

A Diretoria e o Conselho de Entidades da COBRAPOL aprovaram, por unanimidade, a realização de assembleias simultâneas em todo país com a categoria para discutir a reforma da Previdência, hoje tramitando no Congresso Nacional, e a Lei Orgânica. A proposta é realizar essas assembleias entre os dias 3 e 8 de dezembro deste ano. Até lá, a Confederação providenciará alguns vídeos institucionais em torno dos temas de interesse da categoria.

Reunião com Jair Bolsonaro

O presidente da COBRAPOL, André Luiz Gutierrez, informou sobre as providências que estão sendo tomadas para uma reunião com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, bem como com o futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. A COBRAPOL pretende ainda este ano assegurar essas duas agendas, pelas quais a entidade pretende apresentar as reivindicações da categoria ao governo que tomará posse a partir de 1º de janeiro. Nesse ponto, foi decidido divulgar amplamente a Carta Aberta da União dos Policiais do Brasil (UPB), apoiada pela COBRAPOL, ao presidente Bolsonaro contendo vários pleitos das categorias que atuam na segurança pública.

Reforma da Previdência

A COBRAPOL decidiu intensificar a luta pela defesa da aposentadoria diferenciada aos policiais civis, com garantia da paridade e da integralidade, conforme prevê a Constituição Federal. “Estaremos dispostos a repetir os mesmos gestos dos anos anteriores junto ao Congresso e ao governo para defender a justiça na concessão dos benefícios aos nossos trabalhadores policiais civis”, afirmou o presidente Gutierrez.

Sucateamento das Policias

Durante a reunião da COBRAPOL, vários Estados relataram o descaso de governos em relação à segurança pública, com o atraso do salário dos profissionais da área e o sucateamento dos equipamentos necessários à segurança pública. Foi aprovada uma moção exigindo a normalização das remunerações atrasadas, especialmente com os policiais civis, bem como de repúdio aos abusos cometidos pelas corregedorias estaduais.

Defesa da Cobrapol

A direção da COBRAPOL apresentou um relatório, através de advogados encarregados dessa tarefa, sobre as providências que estão sendo adotadas para normalizar a situação administrativa e financeira da entidade. O colegiado apoiou as iniciativas judiciais e extrajudiciais que estão sendo implementadas para identificar responsabilidades e defender o patrimônio da Confederação.

“Desde que assumimos, zelamos por cada centavo de nossa arrecadação, pois sabemos que esse dinheiro não nos pertence e sim aos nossos representados. É como diz o ditado, dinheiro alheio não aceita desaforo. Vamos continuar trabalhando para fortalecer a nossa entidade para que possamos defender com mais eficiência os nossos  interesses”, afirmou o presidente da entidade.

Fortaleça a sua classe, associe-se!

Produção: Assessoria de Imprensa da Aepes com informações da COBRAPOL.

 

Por: AEPES 12/11/2018