Escrivães de Polícia recebem moção honrosa em sessão solene na Câmara Municipal de Vila Velha

Por AEPES 21/12/2018

A noite desta quinta-feira (20) foi especial para os Escrivães de Polícia Maria de Fátima Coelho, José Carlos de Oliveira e Marco Antônio Lima Frasson que receberam moção honrosa do vereador Arnaldinho Borgo, proponente da Sessão Solene em Homenagem aos Policiais Civis do Estado do Espírito Santo. Além dos Escrivães, diversos profissionais de outras áreas da Polícia Civil também foram homenageados, assim como o futuro delegado chefe, Dr. José Darci Arruda, o senador eleito Marcos Do Val e demais delegados.

Para Maria de Fátima a moção honrosa representa o reconhecimento de um trabalho desenvolvido durante anos na corporação. "É muito bom para mim receber este reconhecimento e ver tantos amigos policiais sendo reconhecidos também. É um trabalho árduo, porém honroso e que vale a pena", afirmou.

Já o futuro delegado chefe da PCES, o delegado José Darci Arruda levou uma palavra de esperança para os Policiais Civis e relembrou quando chegou ao Espírito Santo e foi acolhido pelos policiais. 

"Fui escolhido pelo nosso governador para estar com vocês e gerenciar a Polícia Civil. Lutarei por vocês, por condição de salário melhor, por melhores equipamentos e melhores condições de trabalho. Nós teremos a melhor Polícia Civil de todos os tempos e aproveito para agradecer a acolhida de vocês quando vim de outro Estado para o ES. Dentro da PCES fiz amigos", declarou em seu discurso.

O Senador eleito, Marcos Do Val, também homenageado nesta quinta-feira (20) exaltou a corporação que, segundo ele, acreditou no seu trabalho e o acolheu.

“O carinho que tenho pela Polícia Civil é muito grande. Aqui no Brasil não se vê o olhar do governo par esta categoria. Se investem em viaturas, policiais  militares nas ruas, armamentos, mas esquecem da Polícia Civil que precisa do olhar governamental para que a sensação de segurança possa novamente ser sentida pela população”, disse.

A galeria da Câmara Municipal ficou lotada de parentes e amigos dos homenageados. A  Sessão Solene que terminou por volta das 22 horas também foi um evento onde os profissionais da Polícia Civil puderam se reencontrar e se confraternizar.

Fortaleça a sua classe, Associe-se!

Produção: Assessoria de Imprensa da Aepes. 

 

Por: AEPES 21/12/2018