Nota de Esclarecimento

Por AEPES 13/03/2019

O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (SINDIPOL/ES), a Associação dos Escrivães de Polícia do Espírito Santo (AEPES) e a Associação dos Agentes de Polícia Civil (AGENPOL) vem a público esclarecer o que segue.

Atender à convocação de um cargo para falar em nome dos demais é “assinar um cheque em branco” para um representante que só visa aos interesses do próprio cargo, como ocorreu recentemente com a edição da LC 892/2018 (“reestruturação” da PC/ES), que criou inúmeras chefias, gratificações, cumulações etc. para apenas um cargo, em detrimento dos demais.

O melhor para a verdadeira união em prol da categoria policial civil é o trabalho conjunto de todas as entidades para a definição de uma pauta que tenha a finalidade de valorizar TODOS os cargos da PC/ES e as estratégias para alcançarmos esse objetivo, e aí sim deflagrarmos qualquer movimento forte e legítimo de reivindicação que atenda TODOS os cargos, e não apenas um como ocorreu em alguns episódios passados, para que se evite as famosas “pernadas”.

Vale dizer que as entidades subscritoras apoiaram o atual Governador desde a pré-campanha, e há tempos iniciaram um diálogo sobre as demandas da categoria, o que tem se materializado em reuniões e debates sobre as diversas necessidades da PC/ES, em especial a incorporação da escala especial e a recomposição salarial.

Estamos à disposição para trabalhar um futuro melhor para a Polícia Civil!

JUNTOS SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!

Por: AEPES 13/03/2019