Eleições com 'lei seca' e policiamento reforçado

Por AEPES 27/09/2010
27/09/2010 - 16h25 - Atualizado em 27/09/2010 - 16h25

Ação começa no sábado, às 17h, e termina no domingo, após a apuração dos votos. Objetivo é garantir segurança à população e coibir crimes eleitorais durante o pleito

gazeta online

foto: Nestor Müller/Secom
Policiais Militares atuarão nos locais de votação, como na Escola Maria Ortiz, no Centro de Vitória
Policiais Militares atuarão nos locais de votação, como na Escola Maria Ortiz, no Centro de Vitória

 

Cerca de 5 mil militares reforçarão o policiamento em todo o Espírito Santo durante o próximo fim de semana, quando serão realizadas as Eleições 2010, no domingo (03).

A atuação intensificada da Polícia Militar, em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), começa no sábado (02), às 17h, e termina no domingo, após a apuração total dos votos. O objetivo é garantir a segurança da população e coibir os crimes eleitorais durante o pleito.

Participam da ação militares de todos os batalhões da corporação, inclusive das unidades especializadas, como o Batalhão de Missões Especiais (BME); a Ronda Ostensiva Tática Motorizada (Rotam); o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran); o Regimento de Polícia Montada (RPMont); e o Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb).

Os agentes foram orientados a deter aqueles que cometerem crimes eleitorais durante as votações. As ocorrências deverão ser encaminhadas para os Departamentos de Polícia Judiciária (DPJ's) e/ou às Delegacias de Polícia de plantão para elaboração do Termo Circunstanciado em todo o Estado.

Toda a ação desempenhada na Grande Vitória e no Sul do Estado, como em Cachoeiro de Itapemirim, por exemplo, terá o apoio do Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes), ferramenta que a população poderá utilizar para acionar a polícia pelo telefone 190.

"A Polícia Militar estará presente nos locais considerados de grande fluxo de pessoas, principalmente nos locais de votação, cartórios e pontos de apuração de votos. Para isso, reforçamos o policiamento e orientamos os militares para também manterem a atenção quanto à prática da boca de urna, que é crime", afirmou o coordenador das ações de policiamento nas eleições, coronel Adilson Silva Tolentino.

Nas vias urbanas e rodovias estaduais, a Polícia de Trânsito também reforçará a fiscalização tanto nos pontos do Batalhão como durante as operações de rotina, que serão desenvolvidas ao longo do dia. No entanto, a PM alerta que, durante as eleições, a proibição de ingestão de bebida alcoólica não será restrita somente aos condutores. O TRE aprovou resolução estabelecendo 'Lei Seca' no dia 3 de outubro, das 8h às 17h. As informações são da assessoria de imprensa da PM-ES.

Por: AEPES 27/09/2010