Estudo mostra que ansiedade tem relação com dor de cabeça

Por AEPES 27/09/2010

Cefaléia

O corpo responde as sensações ruins relacionadas ao transtorno de ansiedade

Por Redação Multimídia ES Hoje (redacao@eshoje.com.br).

Dentre os multifatores que desencadeiam uma enxaqueca, a ansiedade está entre eles. De acordo com estudo do neurologista da Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBCe), Mario Peres, os sintomas da ansiedade estão muito relacionados a enxaqueca.

"O sintoma de preocupação excessiva e antecipação de problemas esteve presente em 88% dos pacientes com enxaqueca comparados com apenas 40% dos que não tinham dor de cabeça, e o diagnóstico de Ansiedade Generalizada (doença da ansiedade excessiva) afetou 50% das pessoas com enxaqueca, comparadas a 15% dos controles sem dor", explica Mario Peres.

O corpo responde as sensações ruins relacionadas ao transtorno de ansiedade fabricando substâncias de defesa, corticóides, adrenalina - normalmente produzidas em momentos de pânico ou fobias, por exemplo -. Os substratos químicos que promovem o bem estar, calma, tranquilidade, e substâncias analgésicas não são transmitidas para o corpo gerando uma carência.

"Outros sintomas como irritabilidade, tensão muscular, problemas de sono, cansaço, problemas de concentração, tensão também foram muito frequentes nos sofredores de enxaqueca, em média 85% comparados a 30% das pessoas sem dor", diz o neurologista da SBCe.

Pessoas com transtorno de ansiedade sofrem constantemente por reviverem fatos passados carregados de carga de tensão, sofrimento. Também costumam visualizar o futuro e imaginar situações nas quais depositam esperanças e que, dificilmente, se concretizarão - atitude essa conhecida como antecipação.

Para Mario Peres, "a ansiedade é um elemento importante na gênese da enxaqueca e bastante frequente como sintomas experienciados pelos pacientes."


 

 

Por: AEPES 27/09/2010