Viatura da PM estava acima da velocidade

Por AEPES 28/09/2010
27/09/2010 - 18h55 - Atualizado em 27/09/2010 - 18h55
O atropelamento aconteceu em fevereiro deste ano, em Cachoeiro. A perícia concluíu que o carro estava acima da velocidade permitida na via
Gazeta Sul - Da Redação Multimídia
 foto: Reprodução TV Gazeta Sul
 Caso Taiane - Viatura da PM que matou menina estava acima da velocidade
Quase oito meses depois do acidente, o laudo da perícia feita na viatura da Polícia Militar que atropelou uma criança de 11 anos foi divulgado. O caso aconteceu em fevereiro de 2010, no bairro Novo Parque, em Cachoeiro. A perícia concluíu que o carro estava acima da velocidade permitida na via. Taiane Silveira foi atropelada quando atravessava a avenida que corta o bairro, sobre a faixa de pedestres.
A Polícia Civil concluiu o inquérito. "Trata-se de uma via arterial não sinalizada e a velocidade máxima permitida é a de 60km por hora. O lado mostrou que a viatura estava acima dessa velocidade", explica o delegado Guilherme Eugênio. A documentação foi enviada e deve chegar à Justiça até o fim desta semana.

 

Ainda de acordo com o delegado, o laudo destaca as condições da sinalização do local. "Ele fala da precariedade da sinalização da via. Não haviaMenina atropelada por pm - Taiane placas indicando a velocidade permitida, nem indicação de fluxo intenso de pedestres. Além da faixa apagada", disse.
Os pais da menina aguardam a decisão da Justiça, que vai determinar se o policial deve ou não responder pelo atropelamento. "A luta está apenas no começo e nós vamos até o fim, pela miha filha", disse o pai de Taiane, Sebastião Bernardo da Silva.
Polícia Militar
A equipe de reportagem da Rede Gazeta Regional Sul entrou em contato com a assessoria da Polícia Militar. A informação é de que não foi possível levantar a situação administrativa do policial que dirigia o veículo.


 

Por: AEPES 28/09/2010